Idealista

Idealist, by Nailone

Talvez seja eu um louco
Em pensar que o atual
Dê a arte algum louro
Como dá ao marginal

Talvez seja eu um louco
Em ainda acreditar
Que o amor aqui tampouco
Possa ainda perdurar

Talvez seja eu um louco
Em tentar berrar assim,
De modo a me deixar rouco,
Para ao roubo por um fim

Talvez seja eu um louco,
Tresloucado até demais
Em pensar mesmo que pouco
Que possamos ter a paz