"Eles riram de mim"


Eduardo, com cinco anos de idade, cursava a 1ª série do Ensino Fundamental em uma escola católica. Como de praxe trimestral, ele e seus coleguinhas foram convidados para subirem as escadas para irem à sala onde se encontrava a estatua da Santa Ave Maria, para rezarem e, na prece, pedir aquilo que eles queriam para as suas vidas.
Os colegas de Eduardo pediam quase sempre as mesmas coisas:
“- Quero passar de ano...”- diziam uns.
“- Quero o bem da minha família...” – diziam outros.
Até chegar a vez de Eduardo (qual quebrou esse tabu de mesmices) fazer o seu pedido e, como uma boa e inocente criança sonhadora, ajoelhou-se sobre a estátua e rezou pedindo:
- Quero ser uma Tartaruga Ninja de faixa roxa...
No momento em que Eduardo terminou sua prece um tumulto formou-se pela sala debochando dele, logo começou a chorar vendo que seu sonho não passava de uma piada.
“- Que idiota!” – caçoavam uns.
“- Bebezinho chorão!” – caçoavam outros.
A raiva subiu-lhe a cabeça, mas tudo o que ele conseguia fazer era chorar e pensar sobre os prantos:
- “Um dia ainda realizarei o meu sonho...”
E esse dia chegou, Eduardo mais do que nunca honrou a criança que há dentro dele e virou, de uma vez por todas, uma Tartaruga Ninja de faixa roxa.



Fotos por Alessandra Luz: https://www.facebook.com/alessandraluzfotos?fref=ts